MERCADO HOJE - INTERNACIONAL – 22/07/2020

COMENTE - COMPARTILHE Mercados... Mercados asiáticos encerraram a sessão com desempenhos mistos. Na zona do euro, bolsas amanheceram em baixa, devolvendo parte dos ganhos angariados ontem. O Stoxx 600, índice que abrange uma gama de ativos ao redor do continente europeu, recua 0,9% até o momento. Nos EUA, futuros de NY operam com o mesmo viés verificado na zona do euro, com baixas da ordem de 0,2%, enquanto o dólar (DXY) segue em trajetória de queda contra seus principais pares. Por fim, no plano das commodities, ativos ilustram a piora verificada nos mercados acionários. O preço do petróleo (Brent Crude) recua 1,3%, negociado em torno de US$ 43,70/barril. Tensões Sino-Americanas voltam à tona... Mercados globais iniciaram a sessão em baixa nesta 4ªf. Um fluxo de notícias mais negativo em torno do ressurgimento da pandemia na Ásia e novos sinais de tensão entre China e Estados Unidos iniciaram um movimento de realização de lucros após índices acionários renovarem máximas desde fevereiro ao redor do mundo. Ação e reação... O destaque desta noite ficou com a notícia de que o governo americano ordenou o fechamento do consulado geral chinês em Houston, no estado do Texas. Segundo as autoridades locais, a medida estaria sendo tomada para proteger informações privadas e propriedade intelectual americana – em outras palavras, a ação pode ser avaliada como uma acusação de espionagem. Naturalmente, a China retrucou o movimento, alcunhado de “escalada de tensões sem precedentes” pelo Ministério das Relações Estrangeiras da China, com ameaças de apresentar medidas de retaliação. Dentre as possíveis medidas, o governo chinês já sinalizou o fechamento da embaixada americana em Wuhan. Considerações... Apesar de ainda não ter resultado no retorno das sanções comerciais entre as duas maiores economias do mundo, a escalada de tensões entre Estados Unidos e China nunca deixou de figurar entre os principais riscos do cenário atual. Em um mundo que começa a dar sinais de recuperação econômica no pós-pandemia, a volta da guerra comercial implicaria em mais um desafio para uma retomada mais rápida dos negócios. Assim, os próximos movimentos serão acompanhados de perto, principalmente com a aproximação das eleições americanas que, com a recuperação recente dos mercados financeiros, pode levar Donald Trump a utilizar a relação competitiva com a China como ferramenta na campanha eleitoral. Ásia retoma cuidados contra a covid-19... Na medida em que o número de casos registrados de coronavírus se aproxima dos 15 milhões mundialmente, o retorno da pandemia em alguns pontos focais da Ásia/Oceania, além da situação que se agrava no Sul dos EUA, tem preocupado investidores. Como novidades nesta 4ªfeira, a região de Hong Kong e a Austrália – ambos lugares que já retornaram com algumas medidas de isolamento social – registraram novos recordes de casos diários nas últimas 24 horas. Simultaneamente, o governador de Tóquio, no Japão, voltou a pedir cautela da população ao sair de casa e pediu que saídas sem necessidade fossem evitadas.

Fonte: Relatório GUIDE




0 visualização
Envie sua Mensagem

Celular: ( 61 ) 98324-2223

E.Mail: ctn@agrocapitais.com.br