Taxa Selic

A Selic é a taxa básica de juros da economia. É o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação. Ela influencia todas as taxas de juros do país, como as taxas de juros dos empréstimos, dos financiamentos e das aplicações financeiras.

Imagem 1: Média Anual da Taxa SELIC

O aumento da Taxa SELIC na economia, altera diretamente a rentabilidade dos títulos públicos, aumentando assim o custo de captação dos bancos, desestimulando o consumo em geral. Em contrapartida, a redução desta taxa, reduz o custo bancário e estimula diretamente o consumo na economia, sendo assim um importante instrumento de estímulo da economia.

Imagem 2: Manejo e variação da Taxa SELIC na economia

Taxa CDI

Outra importante taxa da economia é a CDI, mas afinal o que é isto? A tradução desta sigla é Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que são títulos emitidos pelos bancos com o objetivo de levantar recursos e manter regular seu caixa diário. Por força de regra do Banco Central, não é permitido a nenhum banco, finalizar seu caixa diário negativo e quando isto ocorre, o banco com caixa negativos, emite estes títulos, que são adquiridos por aqueles superavitários, mantendo assim a regularidade e segurança do sistema.

Imagem 3: Relacionamento Interbancário

A teoria do sistema é muito importante, mas afinal qual sua aplicação sobre os seus investimentos? Diversos produtos financeiros, são vinculados ao CDI, sendo expresso, como um percentual do da taxa.

O seu valor sempre é inferior a alguns milésimos da taxa SELIC e por alguns meses, possuem o mesmo valor e assim de forma geral, para facilitar o cálculo, emprega-se em cálculos rápidos o mesmo valor da SELIC, como no exemplo descrito a seguir:

Exemplo: O rendimento nominal da Poupança que rende 70% do CDI

Considerando o CDI = SELIC = 4,25%ao ano (Valor de Fev./2020)

Poupança = 70% (4,25) = 2,98% ao ano (Taxa Nominal)

Taxa Nominal Poupança = 2,98% ao ano

Taxa de Juros Nominal e Real?

A taxa de juros nominais é aquela divulgada pelas instituições financeiras quando você faz um investimento ou assume uma dívida sem considerar os efeitos da inflação, já a taxa  Real é  taxa de taxa de juros nominal já com a inflação descontada., ou seja o que realmente você recebe de remuneração no seu capital investido.

 

Como Calcular:

Exemplo: Calcular a Taxa Real da Poupança

Taxa Nominal = 2,98% ao ano

Inflação = IPCA = 3,22% ao ano – Relatório FOCUS – 14/02/2020

*  No caso de produtos não isentos de Imposto de Renda devera ser reduzido seu valor para assim obter a remuneração real de suas aplicações.

 

Desta forma, observamos principalmente nos dias de hoje, com a redução da taxa SELIC, a importância de conhecer a Taxa Real de seus rendimentos, pois principalmente os produtos tradicionais do mercado, possuem taxas reais negativas.

Novo Cenário Econômico e o Comportamento do Investidor?

O novo cenário econômico, impõe aos investidores uma mudança de comportamento quanto a seleção e administração de risco de suas aplicações financeiras, diferente do passado recente, com os altos valores da Taxa Selic conseguindo assim rentabilidade suficiente de seus investimentos com baixo risco. No atual ambiente, impõem aos investidores a necessidade de maior conhecimento principalmente na gestão de riscos de suas carteiras de produtos, buscando assim o melhor equilíbrio Rentabilidade x Risco, buscando inclusive a melhor remuneração para a reserva de emergência dos investidores, conjugando com a liquidez necessária destas.

Imagem 4: Planejamento e Conhecimento

Envie sua Mensagem

Telefone: ( 61 ) 3045-6117

E.Mail: ctn@agrocapitais.com.br